Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Pedro Abrunhosa

Rita Carmo

Pedro Abrunhosa: “[André Ventura] é um vigarista de feira. As pessoas com medo têm tendência para acreditar nos fanfarrões”

Sem papas na língua, Pedro Abrunhosa fala sobre o “discurso de ódio“, que “usa o medo das pessoas”, e diz aquilo que pensa sobre o líder do Chega. Para ouvir no podcast Posto Emissor

Pedro Abrunhosa falou sobre a atualidade da canção 'Talvez F...', editada em 1995, no episódio desta semana do Posto Emissor, o podcast da BLITZ. Referindo-se aos versos "há fascistas em Berlim e em Moscovo / é o discurso que de velho se faz novo", o artista do Porto referiu-se ao "discurso de ódio" que se faz sentir em tempos de crise".

"É preciso sempre encontrar um bode expiatório, porque as pessoas que têm medo, que estão pobres e vulneráveis, têm tendência a acreditar nestes fanfarrões que dizem que o problema é dos ciganos e que dizem, agora, a Valentina morreu, temos de pôr a pena perpétua", acrescenta, referindo-se ao deputado André Ventura, líder do partido Chega, "é uma coisa absolutamente hedionda de bacoca, de tão burra que é".

Pode ouvir aqui o Posto Emissor com Pedro Abrunhosa. Esta resposta começa pelos 19m 40s.