Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Vídeos

Jorge Palma: “O Zé Pedro dizia que eu era o músico mais perdoado de Portugal. Toda a gente tem excessos, as pessoas compreendem-me” [VÍDEO]

“As pessoas percebem que sou honesto no meu trabalho”. Jorge Palma, que há poucos meses celebrou 70 anos, comenta uma frase célebre do seu amigo Zé Pedro e relaciona-a com a forma como o público é “cúmplice” da sua forma de estar. Para ver aqui

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Rita Carmo

Rita Carmo

Fotojornalista

Em entrevista à BLITZ, que poderá ler na íntegra em breve, Jorge Palma comentou uma frase que o seu amigo Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés, costumava dizer: que ele era o músico “mais perdoado de Portugal”.

“Não sei se o termo será perdoado”, reflete Jorge Palma, aos 70 anos. “Acaba por ser mais compreendido… Os meus excessos, por exemplo: toda a gente tem excessos, as pessoas compreendem. E percebem que sou honesto no meu trabalho”.

Veja acima a resposta de Jorge Palma, falando sobre a “cumplicidade” que o público sente pela sua forma de estar.