Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Vídeos

“Sou filha da cena rave britânica”. O orgulho que Georgia sente da banda famosa do pai [VÍDEO]

Em entrevista à BLITZ, Georgia recorda memórias de infância nos concertos do pai, Neil Barnes

Rita Carmo

Rita Carmo

Fotojornalista

Georgia confessou à BLITZ que se sente muito orgulhosa por ter crescido nos meandros da cena de música eletrónica no Reino Unido por ser filha de Neil Barnes, um dos fundadores dos Leftfield, e que isso teve muita influência no seu segundo álbum, "Seeking Thrills", que acaba de ser editado. "Ter assistido, em criança, a concertos do meu pai deixa-me orgulhosa de ser filha da cena rave britânica", disse a artista londrina. Veja o vídeo no topo da página.

Na mesma entrevista à BLITZ, Georgia explicou também como passou de baterista contratada de Kate Tempest para artista a solo, tendo dado mais atenção à sua faceta de cantora no novo disco: "Tinha muitas dúvidas... Será que sou boa cantora? Consigo fazer isto? Foi o Wayne Coyne, dos Flaming Lips, que me ajudou", disse (siga o link para ver o vídeo).

Georgia estreou-se em 2015 com um álbum homónimo e veio a Portugal apresentá-lo num concerto integrado no festival Vodafone Mexefest, hoje Super Bock Super Rock, no final desse mesmo ano. A artista tocou no Teatro Tivoli, antes de Nicolas Godin (dos Air), e chegou a emocionar-se com a adesão da plateia. "Em palco, apresenta-se na bateria, contando com uma acompanhante nos sintetizadores que a ajuda a criar uma música que navega algures entre o punk e os ambientes sintetizados", escreveu a BLITZ na altura.