Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Mayra Andrade: “Quando comecei a cantar, diziam-me: 'cantas tão bem, não inventes'. Mas o meu pai diz que eu sou uma rebelde” [VÍDEO]

A artista, que começou a atuar em Cabo Verde, aos 14 anos, recorda os seus primeiros tempos como cantora e explica como a sua personalidade determina as suas ações

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Rita Carmo

Rita Carmo

Fotojornalista

Mayra Andrade, que na passada sexta-feira lançou o novo “Manga”, deu uma entrevista à BLITZ, que poderá ler em breve, na íntegra.

Quando comecei a cantar, em Cabo Verde, com 14 ou 15 anos, havia quem me dissesse: 'tu cantas tão bem, não inventes muito. Canta uma morna como ela deve ser cantada e fica por aí'. Aquilo revoltou-me tanto!”, recorda a voz da canção 'Afeto'.

Veja-a no vídeo acima, a explicar como a sua personalidade (O meu pai diz que, das filhas dele, eu sou a verdadeira rebelde”) determina as suas escolhas artísticas.

“Manga” já está nas lojas e nos serviços de streaming. A 1 e a 2 de março, Mayra Andrade apresenta-o no Capitólio, em Lisboa. A primeira data já está esgotada.