Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Vídeos

Skunk Anansie: “Percebemos cedo que em Portugal as pessoas não tinham problemas com uma mulher negra a liderar uma banda rock” [VÍDEO]

Em entrevista à BLITZ, Skin, vocalista da banda britânica, falou sobre a relação que os Skunk Anansie criaram com o público português

Rita Carmo

Rita Carmo

Fotojornalista

Skin, vocalista dos Skunk Anansie, falou em entrevista à BLITZ sobre a relação que a banda britânica criou com o público português. A cantora disse que quando vieram tocar a solo nacional pela primeira vez perceberam que "[em Portugal, as pessoas não tinham problemas com uma mulher negra a liderar uma banda rock. Na verdade, gostavam disso". Veja o vídeo acima.

Na mesma entrevista, Skin e o guitarrista Ace falaram sobre o facto de sempre se ter sentido à margem: "não há uma gaveta que nos sirva. Não há outros Skunk Anansie no mundo, não há outra banda como nós". A banda assumiu também não ser milionária e gostar de ter total controlo sobre as suas decisões, defendendo a escolha de se manterem independentes. Skin confessou ainda que no início "era muito mais difícil, porque era eu, uma mulher negra e queer, a liderar a banda".

Recorde-se que o grupo britânico tem regresso marcado a Portugal para atuar no festival EDP Vilar de Mouros. Skin, Ace e companhia sobem ao palco do evento minhoto, onde tocaram pela primeira vez no ano 2000, no dia 23 de agosto.