Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Cliff Richard: são já várias pessoas a acusarem-no de abusos sexuais

A investigação ao cantor britânico tornou-se maior. Depois das buscas à sua casa, em agosto passado, Richard disse que nunca abusou de ninguém na vida: "continuo a acreditar que a verdade vai prevalecer".

As investigações ao cantor britânico Cliff Richard "expandiram-se significativamente" devido a novas alegações de abusos sexuais e estão longe de concluídas, declarou a polícia britânica. 

Segundo a BBC, um responsável da polícia britânica disse: "os advogados de Sir Cliff Richard já foram informados de que há mais do que uma alegação. Seria prematuro e potencialmente enganador prever uma data para o fim das investigações. Estamos a tratar do assunto com a rapidez possível". 

O músico de 74 anos começou a ser investigado em agosto do ano passado, tendo reagido da seguinte forma à acusação de uma alegada vítima: "nunca, na minha vida, abusei sexualmente de alguém e continuo a acreditar que a verdade vai prevalecer". 

Até ao momento, Richard só enfrentava essa acusação de abuso sexual. O músico ainda não foi detido nem acusado formalmente.

Foto: Getty Images