Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Os últimos dias de Freddie Mercury: “Quando já não conseguir cantar, morrerei”

30 anos após a morte do vocalista dos Queen, a BBC reconstitui os seus derradeiros passos e a forma como Mercury terá começado a preparar a sua partida, seis meses antes de falecer

A BBC irá exibir, mais perto do final do mês, um novo documentário acerca dos últimos meses de vida de Freddie Mercury.

"Freddie Mercury: The Final Act" servirá para lembrar o 30º aniversário da morte do vocalista dos Queen, a 24 de novembro de 1991.

Freddie, que morreu devido a complicações provocadas pela SIDA, começou "a deixar-se ir" seis meses antes da sua morte, de acordo com Anita Dobson, sua amiga de longa data e esposa do guitarrista Brian May.

"Lembro-me de quando ele me disse: 'Quando já não conseguir cantar, morrerei'", acrescentou.

Só na véspera da sua morte é que Freddie decidiu revelar o seu estado de saúde ao mundo. "Ele não queria ser alvo de piedade ou escrutínio. No espaço de 24 horas, foi-se. Foi provavelmente um timing perfeito", afirmou o baterista Roger Taylor.

"Freddie Mercury: The Final Act" irá, também, incidir sobre o concerto de tributo ao músico, que teve lugar no Estádio de Wembley em 1992 e que contou com nomes como Metallica, Elton John e Guns N' Roses.