Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Kanye West

Neil Mockford/Getty Images

Kanye West declara-se “Rei da Cultura” e compara-se a Vladimir Putin

Numa entrevista tão confessional como desconcertante, Kanye West fala sobre Donald Trump, Kim Kardashian e os seus problemas de saúde mental

Kanye West autodeclarou-se "Rei da Cultura" numa nova e longa entrevista no podcast Drink Champs. No decorrer da conversa, o rapper comparou-se ao presidente russo Vladimir Putin, recordou o momento em que visitou o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump na Casa Branca e falou sobre Kim Kardashian.

"Ainda não recebi a papelada [do divórcio], portanto vou tentar salvar a minha família e mantê-la junta", disse West ao falar de Kardashian, dando a entender que ainda não aceitou a separação como definitiva. De seguida, acusou pessoas externas, que apelidou de "plantas", de tentarem manipular o que se passa com o ainda casal.

Outro assunto abordado pelo artista na entrevista, que pode ser ouvida na íntegra no vídeo abaixo, foi a sua saúde mental, defendendo que há quem tente diminuí-lo dizendo que é "maluco" - recorde-se que lhe foi diagnosticada bipolaridade. "Sempre que alguém quer dizer que estou errado relativamente a alguma coisa, diz que o Ye é maluco".

“Fomos criados nesta vida para sermos racistas, sexistas, homofóbicos, mas agora também há uma fobia relacionada com a saúde mental. Isso acaba com qualquer conversa", defende West, "não votas na Kamala e no Biden? És maluco. Vais concorrer à presidência? És maluco. OK, sou maluco, mas o que é que vocês vão fazer quanto a isso? Não vão diminuir o que eu faço e o que Deus faz por mim no futuro chamando-me maluco para me cortar as pernas e a minha influência. Isso não resulta”.