Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Frida, dos ABBA

Ludvig Andersson

Afinal, ”Voyage” poderá não ser o adeus dos ABBA. Uma raríssima entrevista de Frida

“Já não vamos para novos, temos as nossas doençazitas, mas eu não teria assim tanta certeza”, afirma Anni-Frid Lygstad, cantora dos ABBA, numa rara entrevista à BBC, dando a entender que o veredicto dos companheiros, segundo o qual depois de “Voyage” a banda terminaria, talvez seja exagerado...

Anni-Frid Lyngstad, uma das vocalista dos ABBA, sugeriu que o grupo poderá continuar além do que foi anunciado: o recém-editado álbum "Voyage", primeiro em 40 anos, e as respetivas (e duradouras no tempo) apresentações ao vivo em concerto 'avatar', em Londres, com músicos ao vivo mas sem a presença 'física' dos quatro membros da banda.

Apesar de se esperar que não estivesse envolvida nas atividades promocionais do grupo, Frida (como é conhecida), deu uma entrevista à BBC Radio, em Inglaterra, não recusando a aura aparentemente 'derradeira' de "Voyage", mas abrindo a porta a futuros 'desenvolvimentos'. "Estamos um pouco mais velhos e temos nossas pequenas doenças. Mas continuamos a lutar e não me atrevo a dizer [se é o fim] porque nada é certo. Nunca digas nunca. Talvez tenhamos dado a entender que esta deve ser a última coisa que fazemos - veja-se a nossa idade, não vamos para novos - mas nunca se sabe. Eu não teria tanta certeza".

No final de outubro, Björn Ulvaeus e Benny Andersson confirmaram ao "The Guardian" que ainda que há duas canções inacabadas, que não farão parte de "Voyage" mas cuja edição não está prevista. "Depois disto acabou. Tem de acabar", afirmou Andersson. "Nunca disse antes que os ABBA não voltariam, mas digo-o agora".

Ouça aqui a entrevista (a partir das 2 horas, 3 minutos e 7 segundos).