Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Lady Gaga nos MTV Video Music Awards em 2010

Lady Gaga defende o seu vestido de carne. “Se estamos dispostos a morrer pelo nosso país, o que interessa a forma como nos identificamos?”

Onze anos depois de chocar o mundo ao levar um vestido feito de carne à cerimónia dos prémios da MTV, Lady Gaga explica o motivo e dá pormenores sobre a forma como a indumentária foi criada

Lady Gaga voltou a falar sobre o célebre vestido de carne que usou há 11 anos na cerimónia de entrega dos prémios MTV VMA. Em entrevista à edição britânica da revista Vogue, a cantora norte-americana explicou não só o motivo que a levou a usar a indumentária como deu pormenores sobre a forma como foi criada.

"Estava a falar com o meu amigo artista sobre se queríamos marcar alguma posição quando fossemos aos MTV Video Music Awards e percebemos que sim, porque na altura estávamos a tentar acabar com o 'Don't Ask, Don't Tell'", começa por explicar a artista, referindo-se a uma diretiva que impedia os militares norte-americanos de falar sobre a sua orientação sexual.

A escolha do vestido de carne, criado pelo designer de moda argentino Franc Fernandez, surgiu depois de Gaga e a sua equipa pensarem: "se estamos dispostos a morrer pelo nosso país, o que interessa a forma como nos identificamos?". "Tinha um espartilho por baixo, cosido à carne, portanto era mesmo uma peça de vestuário", acrescenta, "não me cobriram simplesmente de carne esperando que tudo corresse bem".