Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Travis Scott no Astroworld 2021

Getty Images

Chefe da polícia de Houston alertou Travis Scott antes da tragédia no festival Astroworld

O chefe da polícia da cidade de Houston foi ao encontro de Travis Scott nos bastidores do festival Astroworld na sexta-feira, mostrando as suas preocupações quanto à multidão

O chefe da polícia da cidade de Houston, nos Estados Unidos, terá alertado Travis Scott sobre a "energia" da multidão que assistiu ao festival Astroworld, na passada sexta-feira. Recorde-se que o evento terminou em tragédia, com oito mortos e centenas de feridos, e o artista e a promotora Live Nation enfrentam agora processos em tribunal.

Segundo informações obtidas pelo New York Times junto de uma fonte não identificada, o chefe da polícia local, Troy Finner, terá visitado Scott nos bastidores, antes de o evento começar, mostrando-se preocupado com as 50 mil pessoas que assistiriam aos concertos por serem fãs fervorosos do artista, vindos de várias partes dos Estados Unidos, que não assistiam a um espetáculo ao vivo desde antes da pandemia.

Por outro lado, o chefe dos bombeiros da cidade, empurrou diretamente as responsabilidades para cima de Scott, dizendo: "A única pessoa que pode interromper um espetáculo quando algo corre mal é o artista. É ele que tem o púlpito e a responsabilidade. Se alguém tivesse dito 'parem e liguem as luzes até isto se resolver' - sendo essa pessoa aquela que tem o microfone - teria ajudado".

O Astroworld deveria ter-se realizado na sexta-feira e no sábado, mas depois da tragédia no dia de arranque, resultado de a multidão ter corrido de forma desorganizada para junto do palco, os concertos do segundo dia foram cancelados. Foi durante a atuação de encerramento, que juntou Travis Scott e o convidado Drake, que a situação se descontrolou.