Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Camané

Rita Carmo

Camané: “Nunca tinha ouvido a voz do meu bisavô e de repente encontro um disco dele que estava perdido nos Estados Unidos”

No Posto Emissor da passada semana, Camané conta como, após anos a ouvir falar do seu bisavô, conseguiu por fim ouvir a sua voz. Uma história bonita que pode ouvir aqui

Camané contou, no mais recente episódio de Posto Emissor, o podcast semanal da BLITZ, como conseguiu ouvir a voz do seu bisavô, José Júlio Paiva, através de um colecionador de discos estrangeiro.

“Já tinha ouvido falar [do fado do] meu avô, mas nunca tinha ouvido a sua voz ou a sua música. No Museu do Fado existem alguns livros em que ele está presente. De repente [através de] um colecionador [descubro] que o disco do meu bisavô estava perdido nos Estados Unidos. Ele não mo deu, porque faz parte da sua coleção e é muito antigo - de 1925. Mas supostamente ele terá feito esta música em 1918, quando veio da Murtosa para Lisboa.”

Pode ouvir esta história a partir dos 7m 10s.