Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Bruce Springsteen não tem disco novo anunciado, mas devido à pandemia não chegou a apresentar ao vivo "Letter To You", o álbum de 2020. E não visita Portugal desde 2016, ano em que atuou no Rock in Rio Lisboa.

Bruce Springsteen prepara-se para vender o seu catálogo de canções por mais de 350 milhões de euros

É uma das mais importantes coleções de obras da história do rock

Bruce Springsteen está a preparar-se para vender todo o seu catálogo musical, por valores verdadeiramente astronómicos: 350 milhões de euros.

O "Boss" está a negociar com a Sony a venda dos direitos sobre os seus álbuns, não sendo ainda certo se a empresa irá adquirir também os direitos sobre o publishing das canções.

De acordo com a "Billboard", o catálogo completo de Springsteen poderá custar à Sony entre 125 a 165 milhões de euros, ao passo que o publishing poderá ir de 160 a 195 milhões de euros. O músico pretende mais de 350 milhões de euros por ambos.

Caso o negócio vá avante, Bruce Springsteen irá assim juntar-se a nomes como Neil Young, Bob Dylan, Stevie Nicks ou Nikki Sixx, que recentemente venderam também os direitos sobre as suas obras.