Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Os Linkin Park recusam terminantemente fazer uma digressão com Chester Bennington em holograma

“Odeio a ideia. É horrível”, afirma Mike Shinoda

Os Linkin Park nunca andarão em digressão com um holograma de Chester Bennington, garante Mike Shinoda.

Em declarações ao podcast "Tuna on Toast", Shinoda descartou a ideia de recorrer à tecnologia para lembrar o falecido vocalista.

"Odeio a ideia. É horrível", disse. O músico admite que uma digressão com recurso a hologramas poderá ser válida para um grupo como os ABBA, que querem dar aos fãs uma experiência próxima daquilo que eram no seu apogeu, mas rejeita que isso seja hipótese para os Linkin Park.

"Fisicamente, ainda posso andar em digressão. Por aí tudo bem. Isso não mudará. Mas este não é o momento [para um regresso dos Linkin Park]. Não estamos focados. Não temos nada planeado".

"A fasquia daquilo que seria aceitável está muito alta, como sempre. Tudo o que a nossa banda faz, tem que ultrapassar uma determinada barra. E ainda nada o fez", rematou.