Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Instagram Miley Cyrus

Miley Cyrus: “Perguntam-me sempre: 'porque é que cantas como um homem?'”

Em conversa com Lars Ulrich, dos Metallica, Miley Cyrus confessa que recebeu críticas ferozes à forma como cantou 'Nothing Else Matters', dos Metallica. “A minha voz é o que me representa”

Miley Cyrus, que participa no disco de homenagem aos Metallica com uma versão de 'Nothing Else Matters', deu uma entrevista ao próprio Lars Ulrich para a revista "Interview".

Nessa conversa, a cantora norte-americana fala do significado "profundo" que a canção tem para si — não só por se identificar com a mesma, como pela oportunidade que lhe deu de cantar de forma mais livre.

"Toda a vida, quer fosse nas aulas de canto ou quando já trabalhava, me perguntaram: 'porque é que cantas como um homem? Onde é que está o teu falsete?'"

"A minha voz é o que me representa. É a minha forma de expressão. Trabalhei com muita gente que me dizia: 'vamos ter de arranjar alguém para cantar os agudos'", partilha a artista de 28 anos, que se sentiu "honrada" por não ter tido de cantar 'Nothing Else Matters' da forma que se espera que uma mulher cante.

Esta é a versão de Miley Cyrus para um dos temas mais conhecidos dos Metallica, com participação de Robert Trujillo, dos Metallica, Chad Smith, dos Red Hot Chili Peppers, e Elton John: