Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Rodrigo Leão

Ricardo Lopes

Rodrigo Leão: “Há alturas que me pergunto o que estou aqui a fazer. O que faço no meio disto tudo?”

Rodrigo Leão está de regresso com um álbum que celebra a beleza da vida e uma trilogia que comemora a liberdade. Conversa do Expresso com o compositor na Ericeira, lugar do qual guarda boas memórias. “Não procuro a perfeição”, diz-nos

O encontro para a entrevista aconteceu na Ericeira, local onde Rodrigo Leão se encontrava a passar alguns dias com a família, matando saudades daquela velha vila de pescadores, à qual tem uma ligação umbilical, familiar e artística. Inevitavelmente, a conversa teria de nos levar a outras geogra­fias e à pandemia, tendo em conta a forma como os últimos trabalhos do compositor refletem esse período ou foram atingidos por ele. Primeiro, “O Método”, disco que lançou pouco antes de a pandemia ter cancelado os concertos e interrompido a nossa vida; segundo, “Avis 2020”, EP composto durante o confinamento, que cumpriu com a família no Alentejo; e, por fim, “A Estranha Beleza da Vida”, álbum intuitivo e de veloz cria­ção, que celebra o regresso à cidade, à vida e também ao passado e à liberdade. Palavra cara a Rodrigo Leão que dará título à trilogia que reunirá estes três discos.

Artigo Exclusivo para assinantes

BLITZ é uma marca do Expresso.

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler