Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Emily Ratajkowski e Robin Thicke no vídeo de 'Blurred Lines'

Emily Ratajkowski acusa Robin Thicke de a apalpar nos bastidores do vídeo de ‘Blurred Lines’

Oito anos depois de 'Blurred Lines' se tornar um êxito, a modelo e atriz Emily Ratajkowski revela que o cantor Robin Thicke lhe tocou sem ela ter dado o seu consentimento

A atriz e modelo Emily Ratajkowski acusa o cantor Robin Thicke de a ter apalpado nos bastidores das filmagens do vídeo do êxito de 2013 'Blurred Lines', dueto de Thicke com T.I. e Pharrell Williams. As revelações chegam no livro "My Body", que Ratajkowski publica a 9 de novembro.

"Ele regressou ao estúdio um bocadinho bêbedo para filmar só comigo", recorda a modelo num excerto partilhado pela Rolling Stone, "subitamente, do nada, senti a frieza e estranheza das mãos de um estranho a agarrar o meu peito por trás. Afastei-me, instintivamente, e fiquei a olhar para ele. Ele esboçou um sorriso pateta e desequilibrou-se para trás, com os olhos escondidos por trás dos óculos de sol".

Ratajkowski diz que não falou antes sobre o assunto porque não queria pensar sobre a situação e porque tentou proteger aquilo que diz ter sido um bom ambiente de trabalho criado pela realizadora Diane Martel, que confirma o sucedido, em declarações ao Sunday Times.

"Lembro-me do momento em que ele agarrou as mamas dela. Uma em cada mão", diz a realizadora, "estava por trás dela enquanto estavam os dois de perfil. Gritei na minha voz mais agressiva de Brooklyn: 'Que raio estás a fazer?? As filmagens terminaram!". Martel acrescenta que Thicke pediu desculpas e que nunca o teria feito se estivesse sóbrio.