Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Dave Grohl recorda proibição imposta pelo pai. “Não me deixava tocar música porque as minhas notas eram muito más”

O líder dos Foo Fighters afastou-se do pai quando decidiu tornar-se músico. “Tivemos uma conversa dolorosa e estranha sobre o que eu ia fazer com a minha vida. Deixei-lhe uma mensagem de despedida”

Dave Grohl revelou que o seu pai, James Grohl, já falecido, nunca viu com bons olhos a sua incursão pela música.

O líder dos Foo Fighters falou sobre a relação com o progenitor no Savoy Theatre, em Londres, durante uma sessão de promoção ao seu novo livro de memórias, The Storyteller: Tales of Life and Music".

"Não me deixava tocar música porque as minhas notas eram muito más", começou por dizer. "Dizia-me para não dizer às pessoas que era músico, só porque tocava um instrumento".

Mais tarde, com Grohl focado apenas na música, a relação entre ambos agudizou-se.

"Tivemos uma conversa dolorosa e estranha sobre o que eu ia fazer com a minha vida. Deixei-lhe uma mensagem de despedida e foi aí que nos separámos", contou.