Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Depois de 2021 os Genesis deixam de existir. É Phil Collins quem o diz

“Esta digressão em Inglaterra e na América é suficiente para mim”. Phil Collins garante que os vindouros concertos dos Genesis serão a última oportunidade para ver a banda em palco

Os Genesis não existirão para lá de 2021, garante Phil Collins.

A banda voltará à estrada, pela primeira vez em 14 anos, para uma última digressão intitulada "The Last Domino?", que passará pelo Reino Unido, Irlanda e América do Norte.

À revista "Mojo", Collins afirmou que esta será a última oportunidade que os fãs terão para ver os Genesis ao vivo. "Esta digressão em Inglaterra e na América é suficiente para mim", disse.

O mesmo não pensam, no entanto, os seus colegas de banda. O teclista Tony Banks afirmou que o futuro dos Genesis "dependerá de como corre esta digressão" e de "como o Phil se aguenta e como o público nos recebe".

Os Genesis deveriam ter regressado aos palcos no outono de 2020, mas a pandemia impediu tais planos. A digressão "The Last Domino?" terminará em Boston, nos Estados Unidos, a 16 de dezembro.