Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Instagram Nuno Markl

Ana Galvão recorda o pai: "Era um músico genial. E não é ele que é pai da radialista, eu é que sou filha do Johnny Galvão"

Johnny Galvão, que tocou com numerosos músicos em Portugal e também em Espanha, faleceu este fim de semana, aos 79 anos. Ana Galvão recordou o pai com emoção: "Era tão inconformado, contestatário e questionador como uma verdadeira estrela rock"

A radialista Ana Galvão partilhou, nas redes sociais, uma mensagem sobre a morte do seu pai, o músico, produtor e arranjador Johnny Galvão, que faleceu este fim de semana aos 79 anos.

“'Não me digas que és filha do Johnny Galvão? Perguntaram-me tantos artistas a meio de uma entrevista. 'Sou sim senhora!' Pensei, muitas vezes, na sorte que tinha em ter este pai tão intenso, tão livre na sua forma de pensar, tão ávido por estar a par de tudo e tão espetacularmente criativo (pedi-lhe ideias para projetos meus tantas vezes) — tudo isto fez dele um homem único e irrepetível", escreveu Ana Galvão.

"O nome artístico 'Johnny' mereceu-o até ao fim, tão inconformado, contestatário e questionador como uma verdadeira estrela rock, e faço questão de deixar uma frase que insistia em repetir: 'nunca se verguem ao materialismo e individualismo dos dias que correm, o homem tem que se mover pela partilha, emoção e compaixão'", sublinha.

"O meu pai não só me deixou muita coisa a mim, mas ao mundo todo, e não tenho pudor em dizer que era um músico genial que passava horas em busca da nota e da palavra perfeita para uma canção, sempre com a guitarra ao colo. Orgulho-me muito de toda a sua obra e emociona-me muito vê-lo a tocar, a coisa que mais gostava de fazer. Aqui está ele, a brilhar com o Paulo de Carvalho, com quem escreveu a canção 'Executivo'."

"Obrigada pelas palavras que se têm escrito, net fora, para ele. Só queria recordar que não é ele que é pai da radialista, eu é que sou filha do Johny Galvão ❤️", remata Ana Galvão.

Instagram

Também Nuno Markl recordou Johnny Galvão com palavras elogiosas e saudosas: "Esta rockstar hippie dos 60s é o avô do meu filho", começou por escrever.

Instagram