Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Placebo

Placebo explicam por que razão escreveram novo álbum “ao contrário”

Brian Molko explica, em entrevista, o processo de criação do novo álbum dos Placebo, inspirado pelas suas insónias e impaciência. Quanto ao novo single, 'Beautiful James', o vocalista quer que os fãs encontrem o melhor significado para si. “Será que é um homem?”

Brian Molko esteve à conversa com Matt Everitt, da BBC 6 Music, onde falou sobre o processo de criação do novo álbum dos Placebo.

O disco, ainda sem título, será o sucessor de "Loud Like Love", de 2013. Segundo o vocalista, foi terminado no início de 2020, antes de ser decretado o estado de pandemia.

"Estávamos prontos para entrar em digressão", revelou. "Já tínhamos decidido que a 'Beautiful James' seria o primeiro single, pelo que estávamos confiantes. Sei que para os fãs foi frustrante, assim como o foi para nós".

Segundo explicou Molko, os Placebo optaram por, desta feita, compor o álbum "ao contrário". "Tenho um problema: sou muito impaciente. E isso influencia o modo como trabalhamos. Quis fazer tudo ao contrário: escolhemos uma capa antes de compor sequer as canções, e partimos dos títulos ao compô-las".

Sobre 'Beautiful James', o vocalista afirmou que quer que "cada pessoa que se importa o suficiente em ouvir o disco encontre a sua própria história. Quem é o James? Será que é um homem? Não vou responder a estas questões".

A canção, explicou, surgiu "de um período em 2019 onde tive um caso sério de insónia. Não sei de onde, mas vinham-me melodias e sequências de acordes à cabeça. É como se a falta de sono me tivesse deixado num estado de delírio".