Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Carlão

Tiago Miranda

Carlão: “Perdi muita coisa na minha vida. Depois, tudo deu a volta”

Dos Da Weasel à atualidade, de Pacman a Carlão. Da política, do racismo, das drogas. Da família à instabilidade das emoções. Do fim da vida ao recomeço desta. Uma conversa sobre quase tudo onde se confirma a existência de várias vidas na vida de Carlos Nobre

Tiago Miranda

Tiago Miranda

Fotojornalista

Combinámos a entrevista em Cacilhas, local onde Carlão cresceu e criou a banda que o tornaria famoso, os Da Weasel. Voltar a essa rua, “pequena bolha” de prédios muito altos, foi uma decisão importante, tomada há alguns anos pelo músico. O nosso encontro deveria, por isso, ter acontecido no local onde trabalha todos os dias, depois de apanhar o barco, em Lisboa, onde vive com a família; a mulher e duas filhas. A entrevista acabou por não acontecer nesse estúdio pessoal. Mas a poucos metros deste. Numa esplanada de um pequeno café de esquina, que já existia nos tempos em que Carlão era adolescente. E foi desse lugar entre ruas, do qual consegue vislumbrar as janelas da casa dos seus pais, que Carlão respondeu às minhas perguntas.

Artigo Exclusivo para assinantes

BLITZ é uma marca do Expresso.

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler