Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Alanis Morissette

Alanis Morissette recusa promover documentário sobre a história da sua vida. “Confiei em quem não devia”

"Fui enganada por um falso sentimento de segurança, mas a agenda perversa [de quem fez o filme] tornou-se-me evidente quando vi a primeira versão do documentário. Esta não é a história que eu aceitei contar", lamenta Alanis Morissette

Alanis Morissette mostrou o seu descontentamento com "Jagged", o documentário sobre a sua carreira que se estreou esta semana num festival de cinema em Toronto, no Canadá, e que chegará mais tarde ao serviço de streaming HBO.

Num comunicado enviado ao site Pitchfork, Alanis Morissette escreve: "Aceitei participar num filme sobre a celebração do 25º aniversário de 'Jagged Little Pill' [o seu primeiro álbum] e entrevistaram-me numa altura em que estava muito vulnerável (durante a minha terceira depressão pós-parte e durante o confinamento). Fui enganada por um falso sentimento de segurança, mas a agenda perversa [de quem fez o filme] tornou-se-me evidente quando vi a primeira versão do documentário. Esta não é a história que eu aceitei contar", garante.

"Agora tenho de lidar com as consequências de ter confiado em alguém que não merecia. Decidi não participar em nenhum evento a propósito deste filme por dois motivos: primeiro, estou em digressão. Segundo, porque tal como acontece em muitas biografias não autorizadas, esta inclui factos que não são verdadeiros. Embora esta minha história tenha alguns momentos de beleza e rigor, não vou apoiar a versão redutora que alguém fez de uma história que tem demasiadas nuances para que essa pessoa as consiga entender ou contar."

Alanis Morissette parece referir-se às revelações que fez no filme, sobre ter sido vítima de violação quando tinha 15 anos. "Dizia sempre que o sexo tinha sido consentido, mas aos 15 anos não há consentimento", afirma no documentário.

"Jagged" foi realizado por Alison Klayman, que ao site Deadline comentou: "É difícil vermos um filme sobre nós mesmos. Acho que ela é muito corajosa e, quando viu o documentário, percebeu todo o trabalho que ali está. A Alanis deu-nos muito do seu tempo e esforçou-se muito e penso que o filme fala por si."

"Jagged" faz parte da série de documentários Music Box, na qual já foi revelado "Woodstock 99: Peace, Love and Rage", sobre a edição de 1999 de Woodstock.