Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Luís Jardim fotografado pela BLITZ em 2004

Rita Carmo

Luís Jardim: “No concurso dos miúdos, uma mãe chegou a atirar-me uma garrafa à cabeça porque eu disse que o filho não tinha grande futuro”

“E até fui delicado porque disse: ‘Desenrasca-se, mas não tem grande futuro’. Levei com a garrafa na cabeça”. No Posto Emissor, o músico e produtor Luís Jardim recorda a sua participação como jurado de concursos televisivos de talentos, concedendo porém que “Portugal é o país das delicadezas”. “Aqui em Inglaterra bates no carro e o gajo sai da frente e dá-te uns socos”

Luís Jardim, o mais recente convidado do podcast Posto Emissor, recordou os tempos em que foi jurado de concursos de talentos na televisão portuguesa, como "Ídolos" ou "Uma Canção Para Ti", dedicado a cantores mais jovens. E deu exemplos de quando a sua frontalidade não foi bem recebida.

"No concurso dos miúdos cheguei a ter uma mãe que me atirou uma garrafa de água quando estava no palco porque eu disse que o filho, coitadinho... E até fui delicado, disse: 'Desenrasca-se, mas não tem grande futuro'", relembra o músico e produtor, "levei com a garrafa na cabeça".

Jardim compara, contudo, Portugal com Inglaterra, dizendo: "Não é que aqui seja diferente, os pais também se chateiam, mas Portugal é o país das delicadezas (...) Aqui bates no carro e o gajo sai da frente e dá-te uns socos. Em Portugal somos um bocadinho mais controlados".

Para ouvir a partir dos 47 minutos e 57 segundos.