Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Nelly Furtado em 2001

Quando a SIC conheceu a família portuguesa de Nelly Furtado. “Não queria brincar com ninguém, não sei como deu para estar com tanta gente”

Em 2006, uma das maiores estrelas da pop falava português. Pouco depois, a SIC entrevistava Nelly Furtado — e a sua família portuguesa — no Canadá, descobrindo as raízes lusitanas da cantora de 'Maneater'. Particularmente curioso foi o depoimento da avó, Maria Paixão Furtado, que não se coibiu de recordar o feitio da neta

O ano era 2006 e Nelly Furtado, cantora nascida no Canadá em dezembro de 1978, atingia — ao terceiro álbum — sucesso à escala global. Fruto da colaboração com o então muito requisitado produtor Timbaland, "Loose" mostrava-a numa pele mais pop, oferecendo êxitos como 'Promiscuous' ou 'Maneater'.

Em Portugal, o sucesso de Nelly Furtado despertava uma curiosidade extra. Afinal, a jovem a quem começáramos por conhecer a inocente 'I'm Like a Bird' (do álbum de estreia "Whoa, Nelly!', de 2000) tinha raízes bem portuguesas. Filha de António José e Maria Manuela Furtado, que no final dos anos 60 trocaram a ilha de São Miguel, nos Açores, pelo Canadá, Nelly Furtado fazia as delícias da imprensa nacional, falando em português nas entrevistas, sempre pontuadas por generosas gargalhadas.

Nesta reportagem da SIC, falam não só a artista como a sua mãe e a sua avó, que com graça recorda a infância da neta e a sua timidez de então. "Era muito sossegada, não queria brincar com ninguém. Não sei como deu para estar com tanta gente", comenta a dona Maria Paixão Furtado.

Depois de "Loose", que vendeu mais de 10 milhões de cópias em todo o mundo, Nelly Furtado lançou um disco em espanhol, "Mi Plan" (2009), e dois trabalhos que passaram despercebidos em termos comerciais, "The Spirit Indestructible", em 2012, e "The Ride", em 2017.

Veja aqui a reportagem da SIC com Nelly Furtado no Canadá: