Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Fawad Andarabi

Famoso músico afegão assassinado por talibãs dias depois de estes terem decretado que “a música é proibida no Islão”

Depois de dizerem que a música é proibida, os talibã “assassinaram brutalmente”, na passada sexta-feira, um popular cantor de musica tradicional no Afeganistão

Fawad Andarabi, famoso cantor de música tradicional afegão, foi "brutalmente assassinado" na passada sexta-feira pelos talibã, revelou no Twitter o ex-ministro do Afeganistão Masoud Andarabi.

A morte do músico, já confirmada pela família, aconteceu dias depois de um porta-voz dos talibã ter dito numa entrevista ao New York Times que "a música é proibida no Islão".

Segundo a rádio britânica LBC News, o cantor terá sido morto a tiro depois de arrastado para fora da sua casa, na vila de Andarab, perto de Panjshir Valley, uma região do Afeganistão, a norte de Cabul, onde parte da população rejeita a liderança dos talibã.

"Hoje, eles assassinaram brutalmente o cantor de música tradicional Fawad Andarabi, que simplesmente trazia alegria ao vale e à sua população", escreveu Masoud Andarabi num post no Twitter ao qual juntou um vídeo de uma atuação do músico.

Além de terem a intenção de proibir a música, os talibã também já terão impedido a existência de vozes femininas na televisão e na rádio, avança a publicação India Today.