Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Público no concerto dos Foo Fighters no Madison Square Garden, em Nova Iorque, 20 de junho de 2021

Getty Images

Vai ser obrigatório estar vacinado para ir a concertos em Nova Iorque. Teste covid negativo não serve

A vacinação contra a covid-19 será o único ‘passe’ para assistir a concertos na cidade mais populosa dos Estados Unidos. O cerco aperta para quem recusar a vacina: a entrada em bares e discotecas também estará vedada a não-vacinados

O presidente da câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio, anunciou recentemente que a apresentação de um certificado de vacinação será um requisito obrigatório para "atividades de lazer em restaurantes, ginásios e espetáculos".

Esta nova lei entra em vigor a 16 de agosto, e começará a ser aplicada sem exceções a partir do dia 13 de setembro.

Na prática, quem não provar estar vacinado contra a covid-19 não poderá assistir a concertos em sala fechada - e nem um teste negativo à doença servirá como admissão. Bares e discotecas também estarão vedados a não-vacinados.

"Está na altura de as pessoas encararem a vacinação como algo necessário para se viver uma vida plena e saudável", afirmou Bill de Blasio. "Se não estiverem vacinados, infelizmente não poderão participar em muitas coisas".

Cerca de 66% dos nova-iorquinos estão já completamente vacinados contra a covid-19.