Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Bez dos Happy Mondays teve covid-19 e temeu pela vida. “Ligaram-me às máquinas”

“Não conseguia respirar e não sabia se era coração ou pulmões. Fui ao hospital e disse: ‘estou a ter um ataque cardíaco há 3 dias’. Ligaram-me às máquinas”, relata o artista

Bez deu uma entrevista ao jornal "Daily Star", onde admitiu ter pensado que iria morrer, durante a sua luta contra a Covid-19.

O dançarino dos Happy Mondays admitiu que pensou estar a ter um ataque cardíaco, no ano passado, quando adoeceu com o vírus. "Tive Covid uma semana antes de anunciarem [a pandemia]", afirmou.

"Não conseguia respirar e não sabia se era coração ou pulmões. Fui ao hospital e disse: ‘estou a ter um ataque cardíaco há 3 dias’. Ligaram-me às máquinas. Pensei mesmo que ia morrer".

Bez acredita que o facto de ter andado a treinar para uma luta de boxe, mantendo-se saudável, o ajudou. "Continuei a beber sumos, a tomar vitamina C, o meu vinagre de maçã. Superei a doença muito depressa", contou.