Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Selma Uamusse

Rita Carmo

Selma Uamusse: “Já não aparece nas notícias, mas vidas continuam a ser ceifadas em Cabo Delgado”

“Há milhares de deslocados com necessidades extremas”. Selma Uamusse continua a chamar à atenção para a situação na província de Cabo Delgado, em Moçambique

Selma Uamusse continua a chamar à atenção para a situação problemática na província de Cabo Delgado, em Moçambique, país onde nasceu. "Já não aparece nas notícias, mas a população de Cabo Delgado continua a sofrer ataques terroristas", escreve a artista nas redes sociais.

"Vidas continuam a ser ceifadas e há milhares de deslocados com necessidades extremas", acrescenta, antes de apelar aos donativos através da plataforma solidária Makobo, organização não governamental baseada em Maputo. "Doem, partilhem e não se calem senão quem irá calçar os sapatos de Cabo Delgado?".

Instagram

Convidada recente do podcast Posto Emissor, Selma Uamusse, nascida em Moçambique mas a viver em Portugal desde criança, falou sobre a situação em Cabo Delgado, dizendo "se Moçambique pedir a americanos ou russos que ajudem Cabo Delgado, se calhar tem de lhes dar terra ou uma base militar".

"A situação em Cabo Delgado é um assunto delicado que não se fica só pelo ‘há terroristas que estão a matar e é preciso ir lá e tirá-los’. Estamos a falar de uma zona muito rica, com imensos interesses a nível económico", acrescenta. Ouça abaixo, a partir dos 33m 29s.