Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

A música ajudou a maior parte das pessoas durante a pandemia

Um estudo feito no Reino Unido estabelece relação entre a forma como as pessoas lidaram com a pandemia ao longo dos últimos 16 meses e a audição de música. A redução da ansiedade foi um dos efeitos apontados

Um novo estudo realizado no Reino Unido demonstrou que, durante o período de confinamento, 57% dos britânicos recorreu à música para ajudar a lidar com os efeitos da pandemia, e 42% ouviu mais música do que ouvia antes.

Para além disso, cerca de um milhão de adultos no Reino Unido começou a aprender a tocar um instrumento desde o início da pandemia, ao passo que 31% dos inquiridos afirmou que a música ajudou a aliviar a ansiedade, com 56% a dizer que ajudou a melhorar o seu humor.

Para Jamie Njoku-Goodwin, diretor executivo da UK Music, estes resultados "demonstram o quão importante é a música para o Reino Unido, e o papel crítico que ela desempenhou ao longo desta pandemia".

"Esta é mais uma prova de que a indústria musical britânica é um ativo nacional importante, que deve ser protegido e apoiado pelo governo".

Recorde-se que o governo britânico tenciona levantar todas as restrições impostas devido à pandemia já esta semana, o que se deverá traduzir no regresso dos concertos e festivais ao país.