Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Novo documentário sobre Anthony Bourdain falsificou a sua voz, descobriu a revista “New Yorker”

“Roadrunner”, o aguardado documentário sobre o malogrado Anthony Bourdain, pôs na voz deste, através de inteligência artificial, frases que o ‘chef’ e escritor nunca disse. Contactado pela revista norte-americana, o realizador Morgan Neville admitiu (e justificou) a manipulação

O novo documentário sobre a vida de Anthony Bourdain, "Roadrunner", está envolto em polémica após a revista "New Yorker" descobrir que o realizador Morgan Neville recorreu a gravações falsificadas da voz do falecido chef.

"Havia três frases dele onde eu queria a voz dele, mas não havia gravações" de Bourdain a proferi-las, explicou Neville à revista. O problema foi resolvido com recurso à inteligência artificial.

"Se virem o filme, não saberão que outras frases foram faladas por uma inteligência artificial. Se quiserem, podemos discutir a ética disto mais tarde", acrescentou.

A voz falsa de Bourdain pode ser ouvida neste vídeo, a partir dos 1:30 minutos: