Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Woodstock 1999

Woodstock 1999. Chega dia 24 a Portugal o documentário sobre o festival que 'matou' os anos 90

“Woodstock 99: Peace, Love and Rage”, documentário sobre o caos e a destruição da 'réplica' dos anos 90 do mítico festival, tem estreia marcada na HBO Portugal na próxima semana. Saiba mais e veja o trailer

“Woodstock 99: Peace, Love and Rage”, o documentário sobre o atribulado festival Woodstock 99, vai estrear-se no serviço de streaming HBO Portugal a 24 de julho.

O filme documental assinado por Garret Price conta a história de Woodstock 99, "um festival de música de três dias promovido para ecoar a união e o idealismo da contracultura do concerto original de 1969, mas que em vez disso se transformou em tumultos, assaltos e agressões sexuais". Assinalava-se, então, o 30º aniversário do evento original, o mítico Woodstock de 1969.

A programação musical incluía atuações que dominavam a MTV e a rádio americana de final dos anos 90 - dos Rage Against the Machine aos Limp Bizkit -, privilegiando um público jovem e masculino. "O calor intenso, a falta de saneamento adequado e acesso a água potável gratuita agitaram uma multidão que já estava à beira do colapso. Desvios e medidas de corte de custos diminuíram a segurança, permitindo que a raiva e a frustração da multidão explodissem em motins e destruição descontrolados. Por mais que Woodstock 69 se tenha tornado conhecido como uma celebração da paz e da inclusão, Woodstock 99 tornou-se um ponto crítico para o florescimento da masculinidade branca tóxica", pode ler-se no texto de apresentação.

"O filme leva-nos ao palco com as bandas, aos bastidores com os organizadores e para os acampamentos apertados, às casas de banho a transbordar e aos grupos de jovens assaltantes que atuam com uma rapidez alarmante", contando com relatos de músicos como Jonathan Davis do Korn, Moby, Jewel ou os Offspring. Diz-se, comummente, que este foi o festival onde os anos 90 morreram.