Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

120 mil pessoas assistiram a dois concertos de Ed Sheeran, no Estádio da Luz (Lisboa), em 2019

Rita Carmo

Quando regressam em força os grandes concertos a Portugal

Com mais um verão sem festivais de música, alguns promotores falam de uma disponibilidade crescente dos artistas internacionais, acreditam no regresso a uma certa normalidade ainda este ano e têm concertos em carteira para anunciar. Mas este é apenas um lado da questão

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Com mais um verão sem grandes festivais, devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19, a dúvida permanece: quando voltarão os eventos de massas a Portugal? Poderá o final deste ano, altura em que boa parte da população já deverá estar vacinada, representar um momento de retoma? A marcação de concertos de média dimensão em dezembro - é o caso dos ingleses James, que têm visita marcada ao Porto e a Lisboa nesse mês - é um sinal de otimismo. Mas a questão pode ser mais complicada. Ouvimos três dos principais organizadores de concertos em Portugal numa altura em que, segundo dados da APORFEST (Associação Portuguesa de Festivais de Música), 2021 conta com 29 festivais cancelados e quatro adiados. O que aí vem?

Artigo Exclusivo para assinantes

BLITZ é uma marca do Expresso.

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler