Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Salvador Sobral

Salvador Sobral: “Estou sempre a contradizer-me, mas o Fernando Pessoa também. Se o nosso maior poeta o fez, eu também posso”

“Depois do 'Ídolos' fui para Maiorca para fugir da televisão e afinal acabei por participar na Eurovisão”. Salvador Sobral fala sobre as suas contradições numa entrevista concedida ao diário espanhol “El País”, afirmando-se 'autorizado' por Fernando Pessoa, “o maior poeta que temos”, a mostrar várias facetas das sua personalidade

Salvador Sobral recordou a sua passagem por concursos de televisão em entrevista ao jornal espanhol El País, assumindo as suas contradições e defendendo que ganhou a Eurovisão em 2017, com a canção 'Amar Pelos Dois', por ser o concorrente "mais estranho".

"Depois do Ídolos [em 2009] fui para Maiorca para fugir da televisão e afinal acabei por participar na Eurovisão", diz o artista, que no passado dia 6 deu um concerto em Madrid, repetindo a dose 'espanhola' em Málaga, no próximo domingo. "Estou sempre a contradizer-me, mas o Fernando Pessoa também o fez nos seus poemas. Se o maior poeta que temos o fez, eu também posso".

Na entrevista à publicação espanhola, Salvador Sobral falou também sobre "bpm", o seu novo álbum, que apresentou recentemente ao vivo no Centro Cultural de Belém, em Lisboa - siga o link para recordar a reportagem do concerto.

Salvador Sobral segue no final de julho para uma digressão de seis concertos em Itália, que entra agosto adentro, e dois na Lituânia, no próximo mês.