Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Há quase 10 anos, o filho de Björk disse que fazia melhores canções que a mãe. Agora explica porquê

Sindri Eldon, que agora tem 35 anos, garante não ser a pessoa que era quando, em 2012, deu uma entrevista que agora foi 'repescada' pelos fãs da sua mãe, Björk

O filho de Björk, Sindri Eldon, veio esclarecer as afirmações que fez há cerca de dez anos, quando numa entrevista afirmou ser melhor a escrever canções do que a sua mãe.

Nessa altura, o islandês, que agora tem 35 anos, disse: "O meu objetivo vai ser provar a toda a gente aquilo que sei há anos: que sou melhor escritor de canções e letrista do que 90% dos músicos islandeses, incluindo a minha mãe."

Depois de a entrevista ser repescada e criticada pelos fãs de Björk, Sindri Eldon explicou-se: "Primeiro tenho de dizer que esta [entrevista] tem [vários anos]. Nessa altura era um cretino, bebia muito e estava numa relação tóxica. Sentia que tinha muito a provar e não sabia como fazê-lo."

Sindri Eldon diz ainda que a entrevista foi dada por e-mail, a um amigo seu, pelo que as respostas eram algo jocosas. "Era uma pessoa muito amarga e zangada, sim, mas também estava a brincar. Sempre me odiei e pratiquei a auto-sabotagem. Como toda a gente que adora os seus pais, cresci a querer ser como eles, mas eles faziam com que parecesse tão fácil, pelo que nunca trabalhei tanto como devia."

O filho de Björk lembra que, numa entrevista escrita, o contexto passa muitas vezes ao lado, mas garante já não ser a pessoa que era naquela altura.