Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Está a ser construída uma caixa-forte para guardar a música mais importante do mundo em caso de apocalipse

Parece ficção científica: o “Global Music Vault” vai ser subterrâneo, algures entre a Noruega e o Pólo Norte, e poderá resistir a um acidente nuclear

Uma empresa norueguesa irá começar a reunir, a partir da próxima primavera, os discos mais importantes da história da música gravada.

Estes discos serão colocados numa caixa-forte subterrânea, em Svalbard, arquipélago situado entre a Noruega e o Pólo Norte.

A caixa, denominada "Global Music Vault", terá a mesma segurança que o Arctic World Archive (que reúne dados históricos e culturais de diversos povos) e o Global Seed Vault (que reúne sementes de diversas plantas), e a capacidade para resistir a um acidente nuclear.

De forma a decidir que discos acabarão na caixa-forte, que poderão ir de obras dos Beatles a registos de música indígena australiana, a empresa irá encetar uma parceria com o International Music Council, sediado em Paris.

Na calha, está a criação de um comité global, que trabalhará com editoras nacionais e internacionais de forma a selecionar a música "mais amada" por todo o mundo. O público em geral também deverá ser chamado a votar.

Em declarações à Billboard, Luke Jenkinson, diretor do Global Music Vault, afirmou que a ideia não é "proteger um determinado género musical" ou "uma determinada era". "Queremos que as nações e regiões de todo o mundo façam uma curadoria daquilo que será arquivado", acrescentou.

Os conteúdos depositados na caixa-forte serão, eventualmente, disponibilizados aos ouvintes de todo o mundo, e quaisquer lucros obtidos partilhados com os seus criadores.