Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Carolina Deslandes

Carolina Deslandes: “Angustia-me calar a boca quando tenho coisas para dizer. A indústria em Portugal é profundamente snob com a música pop”

“Se é pop, se toda a gente canta, é porque não é cool o suficiente. Não é conceptual o suficiente. E então não é reconhecido. Temos muito caminho a percorrer até conseguir fazer uma cerimónia justa”, escreve Carolina Deslandes, um dia depois da entrega dos prémios Play

Um dia depois da cerimónia dos Prémios Play, que esta quinta-feira coroou artistas como Dino D'Santiago, o grande vencedor da noite, Carolina Deslandes escreveu um post nas redes sociais, mostrando insatisfação com a forma como, a seu ver, a música pop é vista em Portugal.

"Pensei se devia escrever isto, e decidi escrever. Porque não se muda nada calado. É o mesmo que não gostar do governo e não ir votar. E angustia-me calar a boca quando tenho coisas para dizer", começa a cantora-compositora por explicar. "Por muito que trabalhes, por muito que percorras o país de norte a sul, por muitas canções que faças e resultados que tenhas, a indústria vai sempre arranjar a sua forma de te fazer sentir um perdedor. Sempre. E o problema não és tu. A indústria da música em Portugal é profundamente snob com a música POP", afirma. "Se é POP, se toda a gente canta, é porque não é cool o suficiente. Não é conceptual o suficiente. E então não é reconhecido."

Carolina Deslandes garante não estar a falar só de si, mas também "de muita coisa que se tem passado. A música não é um exercício de ego, é um exercício de generosidade. E é das pessoas, não é dos intelectuais. Um beijo a todos, parabéns a todos. Temos muito caminho a percorrer até conseguir fazer uma cerimónia justa."

Instagram

Nos comentários, vários companheiros de profissão de Carolina Deslandes emprestam o seu apoio. Sara Correia, que ganhou o prémio de Melhor Álbum de Fado, deixa um coração, Diogo Piçarra escreve "Nós é que somos uns vencedores por te termos. Tu és o nosso prémio" e Isaura comenta que "a arte é de quem a sente, como sente".

Carolina Deslandes estava nomeada para a categoria de Melhor Artista Feminina, juntamente com Bárbara Tinoco, Mariza e Capicua, que se sagrou vencedora. Na cerimónia, cantou ao vivo com outras 11 cantoras: Bárbara Tinoco, Cláudia Pascoal, Irma, Sara Correia, Carolina Leite, Diana Castro, Inês Pires, Joana Duarte, Madalena Guedes, Rita Rocha e Rosa Antunes. "Às minhas mulheres, colegas, deusas, obrigada. O que vivemos esta semana foi tão bonito. Sou vossa fã e estou muito feliz com isto. A todas muitas palmas", agradece-lhes Carolina Deslandes, no Instagram.