Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

O álbum português que já é um dos melhores do ano para a revista norte-americana “Spin”

“Não se assustem com o facto de ter 75 minutos”. É desta forma que a publicação norte-americana “Spin” apresenta o álbum com carimbo português que coloca na sua lista de melhores de 2021 até ao momento, ao lado de Foo Fighters, Black Midi ou Iceage

"Private Reasons", disco editado este ano pelo músico português Bruno Pernadas, foi incluído na lista de 30 melhores álbuns de 2021, até ao momento, da publicação norte-americana Spin, que há nove anos passou de revista impressa a webzine.

O quarto álbum de Pernadas surge ao lado de discos de Foo Fighters, Iceage, Floating Points, Arlo Parks, Viagra Boys ou Hayley Williams (dos Paramore), e é elogiado pela sua "ambição" e pelo seu ecletismo.

"Não se assustem com o facto de ter 75 minutos. E não se deixem intimidar pela diversidade - o quarto álbum de Bruno Pernadas é quase desorientador na sua ambição, alternando entre estilos como um comprador indeciso a experimentar sapatos", descreve a Spin.

Destacando o "synth-pop nebuloso" e "o solo psicadélico de guitarra" do tema 'Family Vows' e a mistura de "pop orquestral e r&b artístico" de 'Little Season I', a publicação diz a quem ouvir disco para "abraçar o caos".

Numa crítica de quatro estrelas, assinada por Filipe Garcia na edição de 7 de maio do Expresso, lia-se, sobre o álbum de Pernadas: "'Private Reasons' coloca-se no espaço acima dos géneros musicais e a cada nova audição revela-nos uma e outra surpresa".