Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Rui Reininho

Rita Carmo

Rui Reininho em entrevista. “Creio que nos GNR não temos feito más canções, mas não sou o Diogo Piçarra na capa de uma revista masculina”

Uma inspirada entrevista para o seu fim de semana, onde Rui Reininho, que acaba de lançar o álbum “20.000 Éguas Submarinas”, nos fala da difícil relação com os aplausos, a portugalidade, Amália (“uma das pessoas mais geniais que tivemos”) e uma curiosa embirração com os Radiohead

Ao longo das últimas quatro décadas, Rui Reininho tornou-se uma das vozes mais reconhecidas da música portuguesa, ao comando dos seus GNR. Treze anos depois de se ter estreado a solo com “Companhia das Índias”, o músico nascido no Porto há 66 anos regressa com “20.000 Éguas Submarinas”, disco onde reinam os gongos e a experimentação. Em conversa com o Expresso, fala sobre o desafio que é escrever canções em 2021 e a relação embaraçosa que mantém com os aplausos.

Artigo Exclusivo para assinantes

BLITZ é uma marca do Expresso.

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler