Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Anthony Pidgeon/Getty Images

Filha de Don McLean, a voz de 'American Pie', acusa o pai de abuso mental. “Fico a tremer só de ouvir o nome dele”

Jackie McLean, filha de Don McLean, deu longa entrevista detalhando a “guerra psicológica” de que terá sido vítima. Don McLean nega as acusações

Jackie McLean, filha do músico norte-americano Don McLean, afirmou em entrevista à revista "Rolling Stone" que foi vítima de abuso mental e emocional por parte do seu pai. A mulher de 31 anos diz ter crescido num ambiente de "guerra psicológica".

Tanto Jackie McLean como a sua mãe já haviam falado do clima de terror em que terão vivido. Agora, Jackie, que se encontra a lançar o primeiro disco, conta que, quando recorda esses tempos, tem uma forte reação física. "Fico a tremer e com suores frio só de ouvir o nome dele", garante, acrescentando que chegou a vomitar e a sentir-se paralisada na presença do pai.

Voz e autor da conhecidíssima canção 'American Pie', Don McLean tem 75 anos e continua a atuar ao vivo. Segundo a filha, o músico criava em casa um ambiente parecido com o dos cultos, "em que há uma pessoa que tem um poder quase sobrenatural, sabe tudo e manda no mundo. E nós estamos sempre a tentar agradar a essa pessoa, não apenas para satisfazê-la, mas porque a nossa sobrevivência depende disso."

Quando era criança, diz Jackie McLean, o seu pai começou por atacá-la verbalmente e isolá-la, ameaçando mais tarde privá-la de afeto e dinheiro. "A Rolling Stone" diz ter tido acesso a mensagens e gravações de chamadas que indicam um padrão de "controlo e manipulação" por parte de Don McLean.

À mesma publicação, o veterano nega qualquer tipo de comportamento abusivo. "Não sei o que é abuso mental e emocional. Nunca havia ataques que a deixassem paralisada, porque a mãe estava sempre presente. Nunca a atacaria, seja como for. Nem a ela nem a ninguém. Mas às vezes passava-me, tinha mau feitio."

Don McLean diz ainda que cresceu num lar violento. "Fui magoado pela minha irmã, pela minha mãe, pelo meu pai... Batiam-me muito. Por isso é que fico espantado que digam estas coisas, porque nunca quis que os meus filhos sentissem o mesmo que eu senti. Nunca faria isso a um filho, pelo que nunca bati à minha filha ou à minha ex-mulher. Nunca houve violência, sou completamente contra isso."

Don McLean foi casado com Patrisha Shnier McLean entre 1986 e 2016. O casal teve dois filhos e, no final do seu enlace, Don McLean foi detido e acusado de violência doméstica, na sequência de um incidente na casa de família. O músico deu-se como culpado de quatro das seis das acusações e pagou uma multa de cerca de três mil dólares, não sendo condenado a pena de prisão.