Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Macy Gray sugere alterações à bandeira dos Estados Unidos

A cantora de ‘I Try’ considera que a bandeira norte-americana “já não representa os valores de democracia e liberdade” e designa-a de “esfarrapada, datada, divisiva e incorreta”

Macy Gray propôs alterações à bandeira dos Estados Unidos, para que passe a representar a sua população por inteiro.

A cantora de 'I Try' escreveu um artigo de opinião no "Market Watch", no qual afirma que a bandeira "já não representa os valores de democracia e liberdade".

"A bandeira da Confederação, criada como símbolo da oposição à abolição da escravatura, só recentemente foi retirada. Já não a vemos muito por aí", continuou, lembrando os manifestantes de extrema-direita que invadiram o Capitólio a 6 de janeiro: "envergavam a Old Glory. Mensagem recebida: a bandeira americana substituiu a da Confederação".

Para Macy Gray, a bandeira "foi sequestrada como um código para uma crença específica". "Que fiquem com ela. Está esfarrapada, datada, divisiva e incorreta. Não é justo sermos forçados a honrá-la. Está na hora de uma nova bandeira".

A cantora deu uma sugestão: 52 estrelas, com a inclusão de Washington D.C. e Porto Rico, com as cores de "todos nós - o vosso tom de pele, e o meu".

O artigo de opinião de Macy Gray recebeu críticas e elogios, e a cantora tornou-se, momentaneamente, viral no Twitter.