Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Agir

Facebook Agir

Agir: “Houve uma fase em que eu achava que ia ser tatuador e isso deu mau resultado”

“Como sou 8 e 80 em tudo o que faço, fiz muitas tatuagens num curto espaço de tempo”, assume Agir

Agir confessou, em entrevista ao programa "Cara Podre" da RFM, que já se arrependeu de algumas tatuagens que fez, revelando que a dado momento da sua vida achou que ia ser tatuador e que isso não deu bom resultado.

"Eu como sou 8 ou 80 em tudo o que faço, fiz muitas tatuagens num curto espaço de tempo e, hoje em dia, no espaço em que tenho umas se calhar já curtia ter outras", começou por assumir o músico.

Explicando que nunca apagou uma tatuagem mas que já escondeu algumas tatuando outras por cima, acrescentou: "houve uma fase em que eu achava que ia ser tatuador e, então, tinha uma máquina em casa. Isso deu mau resultado, tanto para mim como para outras pessoas, que se puseram a jeito".

"Queriam fazer um diamante e aquilo parecia um pára-quedas. O MC Zuka tem uma, a Blaya também tem, mas acho que já a tapou... Mas deixem-me defender-me: eu sempre avisei que não era tatuador".