Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Black Francis, dos Pixies, ao vivo em junho de 1991

Getty Images

Há precisamente 30 anos, os Pixies davam dois concertos que Portugal nunca esqueceu

Regresso às longínquas noites quentes de 13 e 14 de junho de 1991, em Lisboa e Porto, momentos marcantes da história da música ao vivo em Portugal no arranque da década de 90. Há mesmo quem acredite que nunca se tinha visto tanta energia num concerto rock por estes lados até então

Quando subiram ao palco do lisboeta Coliseu dos Recreios, a 13 de junho de 1991 (um dia depois rumariam ao Porto), os Pixies eram uma banda à beira do fim. "Bossanova", lançado em agosto do ano anterior, não só tinha ficado aquém das expectativas como assinalava o fim da frágil paz entre os quatro membros da banda. Black Francis assumira todo o controlo criativo da banda e Kim Deal até já tinha arrancado para as Breeders. Contudo, a primeira passagem por Portugal fora, contava o então semanário BLITZ, "coroada de êxito". O palco foi sempre o território onde a banda alimentou a sua legião de fãs. A banda já não era nova, tinha bem mais do que um disco para apresentar ("Trompe Le Monde", que chegaria em setembro de 1991, era, afinal, o quinto se contarmos com o mini-LP inaugural, "Come On Pilgrim"), mas as verdadeiras conquistas demoram e os Pixies precisaram de tempo para saltar de Boston para o Mundo.

Artigo Exclusivo para assinantes

BLITZ é uma marca do Expresso.

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler