Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Sinéad O’Connor arrepende-se de ter anunciado a sua retirada do mundo da música

Dois dias apenas após o anúncio, Sinéad O’ Connor volta atrás

Apenas dois dias após ter anunciado a sua retirada do mundo da música, Sinéad O'Connor voltou atrás com a decisão.

A artista irlandesa havia afirmado, no Twitter, que "No Veteran Dies Alone" - o seu próximo álbum - seria o seu último trabalho, e que não o iria promover com digressões.

Porém, Sinéad recuou nos seus intentos, culpando algumas entrevistas que deu a televisões britânicas e canadianas. "Nunca peçam a uma sobrevivente de abusos para descrever o seu abusador", escreveu.

"A todos os entrevistadores foi pedido para que tivessem alguma sensibilidade e não colocassem questões sobre abuso infantil, ou que analisassem a fundo problemas de saúde mental", continuou.

"Disse que me estava a reformar, como disse tantas vezes, em reações a quente quando era jovem. Pensam que a Sinéad O'Connor é uma Amazona. Não sou. Sou muito frágil".

"Não gosto das consequências de ser um ser talentoso, mas nasci para tocar ao vivo. O amor e o apoio que recebi dão-me a segurança necessária para voltar atrás no meu desejo de me retirar".

Leia a mensagem de Sinéad O'Connor, na íntegra: