Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

China retirou Lady Gaga da reunião de “Friends”

“Friends: Reunion” não foi emitida na sua forma original em terras chinesas. Lady Gaga, tal como Justin Bieber e a banda BTS, terão sido 'castigados' por atitudes nos últimos anos, em relação a assuntos considerados sensíveis pela China

Aguardado pelos fãs da série em todo o mundo, o episódio de "regresso" de "Friends" sofreu alguns cortes na versão que foi transmitida na China.

De fora da versão disponibilizada por três plataformas de streaming chinesas ficaram as participações no episódio de Lady Gaga, Justin Bieber e da banda sul-coreana BTS.

Segundo o "New York Times", Lady Gaga poderá estar a sofrer as consequências de, em 2016, ter reunido com o Dalai Lama, chefe espiritual do Tibete; Justin Bieber terá sido 'castigado' por, em 2014, publicar uma foto de um santuário de Tóquio que presta homenagem às vítimas japonesas de guerra, incluindo criminosos de guerra da II Guerra Mundial, e os BTS não mencionaram, numa intervenção no ano passado, o sacrifício das tropas chinesas durante a Guerra da Coreia (ainda que a China tenha lutado ao lado da Coreia do Norte).

Assim sendo, os espectadores chineses ficam privados de verem um dueto entre Lady Gaga e Lisa Kudrow, cantando 'Smelly Cat' (título que serviu de inspiração aos portugueses Gato Fedorento).

Na China, "Friends" é extremamente popular, especialmente junto de uma geração que viu a série em DVD, usando-a para aprender inglês.