Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

O bebé da capa de Nevermind fez 30 anos. O que é feito dele?

Spencer Elden tinha quatro meses quando os seus pais aceitaram que fosse fotografado debaixo de água, numa sessão que daria origem à capa do mítico álbum dos Nirvana, “Nevermind”, lançado em 1991. Além dos 200 dólares pagos aos pais e de um ursinho de peluche quando fez 1 ano, Elden nunca recebeu qualquer compensação nem conheceu os músicos dos Nirvana. “Sinto-me o último bocadinho do grunge”, confessou

Aos quatro meses de idade, Spencer Elden já era uma celebridade. Não que os seus pais fossem famosos, mas porque aceitaram o convite de um amigo, fotógrafo de profissão, para que o seu bebé fosse fotografado debaixo de água, mais precisamente numa piscina. A imagem, à qual seriam acrescentados, em pós-produção, um anzol e uma nota de dólar, acabaria por servir de capa ao mítico segundo álbum dos Nirvana, "Nevermind", fazendo com que o bebé Spencer esteja ainda hoje presente na casa de milhões de pessoas por todo o mundo.

Apesar deste "estrelato", Spencer Elden nunca recebeu qualquer remuneração pela foto. Na altura, os seus pais ganharam 200 dólares pela sessão e, quando o bebé fez um ano, a editora dos Nirvana, a Geffen, enviou-lhe um disco de platina de "Nevermind" e um ursinho de peluche. Há alguns anos, o norte-americano pensou processar a Geffen por uso indevido da sua imagem, acabando porém por desistir.

Artigo Exclusivo para assinantes

BLITZ é uma marca do Expresso.

Já é assinante?
Comprou o Expresso? Insira o código presente na Revista E para continuar a ler