Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Damiano David, vocalista dos Måneskin

Vyacheslav Prokofyev/Getty Images

Eurovisão. A fotografia que pode mostrar que o vencedor não estava a consumir drogas

Confrontado com a suspeita de que teria consumido drogas durante a grande final da Eurovisão, o vocalista dos vencedores Maneskin desmentiu e disse que um copo partido estaria na origem da confusão

Enquanto os resultados do teste de despistagem de drogas não chega, uma fotografia, entretanto divulgada, parece confirmar a explicação dada por Damiano David, vocalista dos Måneskin, vencedores da edição deste ano da Eurovisão, quando confrontado com as acusações de consumo de drogas durante a final de sábado.

Nos instantes, captados pelas câmaras de televisão, que levaram às suspeitas, o cantor debruça-se sobre a mesa em redor da qual a banda se encontrava sentada, durante o anúncio dos resultados das votações, aparentando estar a inalar algo.

Confrontado, o David explicou, na conferência de imprensa que se realizou no final da cerimónia, que apenas se debruçou porque um dos seus colegas tinha partido um copo. O músico disponibilizou-se a fazer um teste para comprovar que não consumiu substâncias ilícitas.

A organização já tinha confirmado que, efetivamente, foram encontrados vidros partidos no local e agora foi divulgada uma fotografia na qual se vê o copo partido. Veja abaixo.