Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Rita Carmo

Tatanka, a voz que quer brilhar na Eurovisão: “Os Black Mamba são orgulhosamente portugueses”

Nasceu em Sintra há 36 anos, lidera os Black Mamba há uma década e venceu o Festival da Canção com uma canção em inglês. Pedro Taborda é Tatanka, um romântico para quem só a música interessa. Hoje, sobe ao palco da Ahoy Arena, em Roterdão, para representar Portugal no festival da Eurovisão. Em março, falava-nos das suas paixões

Há pouco mais de uma década, Portugal ficou a conhecer Pedro Taborda como o homem do leme dos Black Mamba. Depois de uma incursão pelo reggae, que o levou a integrar a banda de Richie Campbell, Tatanka tornou-se a voz de um coletivo que se agarra aos blues e à soul com ganas de conquistar o mundo. ‘Love Is on My Side’, canção que lhe garantiu a vitória na edição de 2021 do Festival da Canção, não se desvia do caminho que tem vindo a traçar. À conversa com o Expresso, o músico reage a quem não viu a escolha de uma canção em inglês com bons olhos, fala sobre a infância passada em Sintra, a Lisboa que lhe abriu os horizontes e o projeto de gravar um álbum inspirado numa viagem a Amesterdão.

‘Love Is on My Side’, a canção que vai levar ao festival da Eurovisão, em maio, é escrita do ponto de vista de uma mulher que conheceu em Amesterdão. Que história é esta?
Estávamos a tocar numa coffee shop em Amesterdão e foi uma conversa rápida, de balcão. Ela meteu conversa e contou-me, resumidamente, que tinha saído muito nova de um país de Leste, fugindo da opressão que havia naquelas bandas. Vinha cheia de sonhos e de projetos e a vida trocou-lhe as voltas: toxicodependência, que a levou à prostituição de rua. A história era triste, mas ela tinha um brilho nos olhos e emanava uma esperança enorme.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.