Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

The Black Mamba na Eurovisão

EBU/THOMAS HANSES

Eurovisão. The Black Mamba: “Não viemos aqui para brincar”

“Isto é a nossa vida há muitos anos. Nunca viríamos à Eurovisão para brincar”, dizem os Black Mamba, que sobem hoje ao palco do festival, em Roterdão, para tentar conquistar o apuramento para a final de sábado

Os Black Mamba sobem hoje ao palco da Ahoy Arena, em Roterdão, para disputar o apuramento para a final da Eurovisão, que se realiza no próximo sábado, com a canção 'Love Is on My Side' e a banda garante: "Não viemos aqui para brincar".

"É incrível termos uma oportunidade como esta", diz Tatanka em entrevista ao site Eurovisionworld, "isto é a nossa vida há muitos anos. Nunca viríamos à Eurovisão para brincar. Isso está completamente fora do nosso código ético".

Miguel Casais, baterista da banda, acrescenta: "também queremos aproveitar esta oportunidade para nos internacionalizarmos e, claro, dignificar o nosso país. É algo tão diferente daquilo que estamos habituados a fazer. Há tanta gente a ver".

Desde que chegaram à Holanda, os Black Mamba têm subido de forma consistente nas tabelas de apostas, e os ensaios foram os grandes responsáveis por isso. "Os ensaios excederam as nossas expectativas", assume Tatanka, o nível de profissionalismo é de outro mundo. Nunca antes experimentámos algo como isto. Foi surreal".

"A visibilidade da Eurovisão não é comparável aos festivais e concertos que fizemos no passado", acrescenta, "e na Eurovisão não há um limite para as tuas ideias, praticamente tudo é possível.

Na semifinal que se realiza esta quinta-feira, os Black Mamba subirão ao palco em 12º lugar e competirão por um lugar na final com países como a Suíça, a Finlândia, a Bulgária ou a Grécia.

Neste momento, na tabela de apostas da segunda semifinal, a banda está no 7º lugar entre 17 competidores, o que lhe garante o apuramento - passam à final os primeiros 10 classificados.