Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Para o FC Porto, Liam Gallagher é “o tipo da Wonderwall”, mas o irmão Noel revela agora que o vocalista detestava a canção

“Ele detestava a ‘Wonderwall’. Dizia que era trip-hop. Isto vindo de um homem que nunca tinha ouvido trip-hop”, recorda Noel Gallagher sobre a reação inicial do irmão Liam ao maior êxito dos Oasis

Noel Gallagher revelou que o irmão, Liam Gallagher, detestou 'Wonderwall', canção que viria a tornar-se o maior êxito dos Oasis, quando inicialmente a ouviu. Em entrevista à revista Mojo, o músico britânico diz que deu a escolher ao irmão interpretar 'Wonderwall' ou 'Don't Look Back In Anger', ambas incluídas no álbum "(What's the Story) Morning Glory?", de 1995.

"Estava tão farto de ele sair do palco e de ter de ser eu a cantar nos concertos. Lembro-me de pensar 'se vou fazer isto, quero uma grande canção para cantar'", começa por dizer, "disse-lhe 'vais cantar uma ou outra, mas não as duas'. Ele detestava a 'Wonderwall'. Dizia que era trip-hop. Isto vindo de um homem que nunca tinha ouvido trip-hop'".

Noel diz ainda que Liam quis cantar 'Don' Look Back in Anger', mas que durante as gravações se tornou óbvio que 'Wonderwall' ia ser "a" canção. "Para ser honesto, eu não deveria ter cantado nenhuma delas, porque não era um grande cantor na altura", conclui.

Recorde-se que no final da semana passada, Liam Gallagher se valeu de 'Wonderwall' para pedir ao FC Porto que o deixe assistir à final da Liga dos Campeões, entre o seu Manchester City e o Chelsea, no Estádio do Dragão. "Porto, sou eu, o tipo da ‘Wonderwall', deixem-me entrar", escreveu no Twitter, recebendo rapidamente uma resposta do Porto: "City, queremo-lo na nossa casa. Podem ajudar? P.S. Obrigado pela 'Wonderwall'".